MARXISMO

outubro 3, 2007 às 2:10 pm | Publicado em Sem-categoria | Deixe um comentário

Esse ano o vestibular terá uma novidade: a introdução do Marxismo como assunto na área de história. Estou bem feliz com isso, é um assunto que me agrada bastante.

Sobre o Marxismo:

Não podemos falar de Marxismo sem antes entender o porquê do seu surgimento. “Nenhuma sociedade é eterna” (afirmava Marx). E estava certo; as civilizações são divididas em fases. Sabemos que após o declínio do império romano surgiu um novo sistema: O Feudalismo. A partir deste surgiram as divisões de classes, o que ocasionou um conflito entre a Nobreza (conservadora) e a Burgesia (revolucionária). E deste conflito surgiu um novo sistema, aliado à revolução indurstrial; o Capitalismo. Neste, o conflito se gerou entre a Burguesia (que agora era a classe conservadora) e o Proletariado (classe revolucionária). Foi a partir deste novo conflito que agora surgira o Socialismo, que tinha como objetivo acabar com a propriedade privada e obter uma melhor condição de vida para todos. Mas tal conflito, lembre-se, ocorreu durante o sistema capitalista. Sistema este que, conseguiu dominar as classes revolucionárias dando-lhes apenas o que pediam: diminuição da jornada de trabalho e melhores condições. Marx chamou esses que aceitaram de traidores.

 Karl Heinrich Marx (1818 —1883) foi um intelectual alemão, Economista, sendo considerado um dos fundadores da Sociologia. Ele achava que para derrotar o inimigo você tinha que conhecê-lo (seu inimigo era então o Capitalismo). Marx se propôs a estudar a gênese do capitalismo para entender seu desenvolvimento e suas contradições para conseguir superá-lo.

Os conceitos básicos do Marxismo foram:

* Dialética da História: Todas as sociedades desenvolvem contradições internas que acabarão por destruí-las no futuro.

* Lutas de Classes: As civilizações desenvolvem conflitos entre proprietários e não-proprietários de meios-de-produção. Essa luta de classes seria, para Marx, o “motor” de todas as transformações históricas.

 * Materialismo Histórico: As relações sócio-econômicas seriam a base a partir da qual todas as sociedades se organizavam históricamente. Marx chamou isso de Modo de Produção.

OBS.¹: A teoria Marxista da história tinha um fundamento claramente classista e escatológica (fim último da história – da humanidade – é chegar ao comunismo).

OBS.²: O Marxismo se transformará em base teórica das primeiras revoluções proletárias na Europa. Exemplo: A Comuna de Paris (1871).

Bem feras, é isso. Desculpem talvez a estrutura do texto. O texto é meu, influenciado pelas aulas do professor Serafim Gomes. Que para mim, é o melhor professor e as melhores aulas de história.

Beijos e Estudem! =~

Gabriela Borges 🙂

Anúncios

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: